As chuvas que caíram nas últimas 48 horas levaram o caos ao município de Limoeiro de Anadia, que amanheceu, neste sábado (2), praticamente ilhado, gerando entre os moradores o temor de uma tragédia. O prefeito Marlan Ferreira voltou a cobrar do governador Paulo Dantas a homologação do decreto de emergência, solicitada há mais de um mês.

Em 25 de maio último a Prefeitura de Limoeiro de Anadia declarou situação de emergência em virtude do temporal que afetou a região, causando inundações e danificando a estrutura da ponte que dá acesso ao município, tendo que ser interditada para resguardar a segurança das pessoas.

De acordo com o prefeito Marlan Ferreira o município mobilizou todos os órgãos para dar suporte às ações de Defesa Civil para prevenção de desastres e fez um apelo, nesta manhã de sábado. “Governador, não podemos esperar. Peço que, para o bem e a segurança dos nossos munícipes, assine o decreto reconhecendo a situação de emergência no município de Limoeiro de Anadia.

A condição permite que medidas sejam tomadas com mais celeridade para atenuar os efeitos danosos das chuvas que castigam a região.

Os estragos registrados nas últimas 24h foram grandes. A principal ponte que liga o município ao povoado Jenipapo amanheceu coberta de água, isolando os moradores. Postes caíram e a cidade ficou sem energia e sem internet.

A maior preocupação é na subida no nível dos dois rios que cortam a cidade: Rio Coruripe e Rio das Cruzes. Ambos transbordaram sobre as duas principais pontes de acesso à cidade.

Ainda de acordo com o prefeito Marlan, o volume de chuvas foi superior ao registrado no período entre final de maio e início de junho.

O Município pede ainda a colaboração de todos no sentido de arrecadar donativos e agasalhos para as famílias desabrigadas, que já totalizam 40 em todo o município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content