Prefeito Marlan Ferreira conduziu a solenidade (Fotos: Guilherme Carvalho Filho/Assessor de Comunicação)

Guilherme Carvalho Filho – Assessor de Comunicação

O prefeito Marlan Ferreira e a secretária municipal de Assistência Social, Amanda Tenório, entregaram, nesta sexta-feira (3), cartões do Programa Criança Alagoana (Cria) para 652 mães e gestantes cadastradas em março, abril e maio. A solenidade aconteceu na Escola Pedro Ferreira da Silva, no Povoado Cadoz, e reuniu dezenas de autoridades locais.

“Estou muito feliz em participar dessa solenidade e quero aproveitar a oportunidade para agradecer ao governador Renan Filho pelo lançamento desse programa de excelência. Entretanto, o programa não seria consolidado em Limoeiro se o nosso município não estivesse empenhado, cadastrando as famílias carentes. Quando o cartão CRIA nos foi apresentado, logo criamos uma coordenação, que está executando um trabalho extremamente importante junto aos mais necessitados”, destacou o chefe do Executivo Municipal.

A secretaria de Assistência Social, Amanda Tenório, frisou que, em breve, os efeitos do cartão CRIA serão sentidos em Limoeiro. “Já entregamos, no total, 825 cartões e temos 1.138 mães cadastradas. É uma felicidade imensa em ver o brilho no olhar dessas pessoas que darão uma melhor qualidade de vida para os seus filhos”.

Durante a solenidade, a chefe da pasta advertiu que o cartão deve ser utilizado em prol das crianças. “Esse cartão é do seu filho. Tudo que você for fazer com o dinheiro é para gerar benefícios para o seu filho, com a aquisição de alimentos, vestimentas e remédios. O uso consciente tem que estar sempre em primeiro plano”.

Amanda Tenório apelou para que o dinheiro seja usado na cidade, para girar a economia local. “Nós temos que valorizar cada vez mais o nosso comércio. Não precisamos sair daqui para comprar nada. Temos farmácias, mercadinhos, padarias, lojas de roupa […] tudo que um cidadão precisa. Essa valorização com do dinheiro do cartão CRIA pode gerar mais emprego e renda. Vamos ter prudência”.

A secretária da Mulher e primeira-dama do município, Eloísa Ferro, destacou que todo projeto que venha ajudar às famílias carentes é bem-vindo. “Esse programa vai auxiliar muitas famílias, principalmente nessa época de pandemia, em que muitas pessoas estão passando por dificuldades. A Assistência Social é um pilar muito importante para o prefeito Marlan, que não mede esforços para amparar os mais necessitados”.

Estiveram presentes no encontro os secretários geral de Governo, Max Ferreira, e de Cultura, Patrícia Celestino, e os vereadores Genésio Lira, Tindor, Ferreira, Durval Vaqueiro, Ernandes Braga de Albuquerque (Ernandes do Brejo) e o ex-prefeito de Igaci, Oliveiro Torres Piancó.

MAIS TRABALHO

O prefeito Marlan Ferreira anunciou a construção de uma creche em Limoeiro de Anadia até outubro. Até março de 2022, serão erguidas mais duas creches, sendo uma no Povoado Genipapo e outra no Distrito Pé Leve.

Na oportunidade, Marlan disse ainda que contratou um arquiteto do Paraná para a construção de uma escola que terá salas modernas, piscina e até um auditório para 400 pessoas. “Já estou vendo o terreno onde ela será construída e a instituição será o cartão postal de Alagoas. A minha administração tratou, trata e sempre tratará a educação como prioridade. Através da educação os nossos jovens adquirem independência financeira e intelectual”, frisou.

O prefeito colocou que esteve seis vezes em Brasília, reunido com líderes do Congresso Nacional, com o intuito de buscar apoio para a inserção de cursos profissionalizantes em Limoeiro. “É uma pauta que estou tratando com urgência”.

E afirmou ao público presente que não irá descansar enquanto não consolidar o polo industrial. “Já temos equipes nas ruas filmando e catalogando a potência que Limoeiro têm. Vou percorrer grandes empresas e apresentar a nossa cidade. Não medirei esforços para avançar ainda mais”.

Marlan Ferreira anunciou ainda que irá ampliar o Programa Família Feliz. “O programa está funcionando há três meses e, brevemente, vamos atender mais de mil famílias, com o aumento de mantimentos. Serão mais de 30 itens. O custo mensal será em torno de R$ 140 mil”, finalizou.