Familiares retiraram paciente de unidade de saúde por não acreditarem em diagnóstico; órgão alerta para mentiras espalhadas no Município que prejudicam combate ao Coronavírus

Não bastasse toda a dificuldade imposta por uma pandemia mundial que já provocou mais de 10 mil mortes em todo o país, uma série de mentiras tem se espalhado em Limoeiro de Anadia, prejudicando imensamente o trabalho de quem se encontra na linha de frente do combate à contaminação e deixando a população mais negligente e vulnerável à doença. Na última sexta-feira, 8 de maio, um paciente com teste confirmado para Covid-19 chegou a ser retirado da Unidade Mista por familiares que não acreditaram no diagnóstico.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o paciente deu entrada na Unidade Mista com sintomas de desconforto respiratório e foi submetido a um teste rápido para Covid-19, recebendo resultado positivo. Identificando um quadro de baixo oxigênio no sangue, a equipe que o atendeu prosseguiu com o protocolo, solicitando transferência para um hospital de referência – o que cabe ao setor de regulação de leitos do Estado. No entanto, familiares decidiram remover o paciente da unidade sem consentimento da equipe hospitalar, levando-o de volta para o domicílio com estado de saúde comprometido.

De acordo com as informações levantadas pela Secretaria, os familiares não acreditaram no resultado do exame, e mesmo a equipe tendo alcançado a vaga, não quiseram efetuar a internação. A equipe do Hospital chegou a solicitar escolta policial para buscar o paciente, uma vez que os familiares se negaram a cumprir com as recomendações.

No dia 09 de maio, uma equipe da Vigilância Sanitária Municipal se locomoveu mais uma vez à casa do paciente, confirmando o diagnóstico de Covid-19 também em outros três familiares, através de teste rápido. As equipes seguem monitorando a todos, enquanto aguarda uma nova vaga no hospital – uma vez que a primeira foi perdida após a evasão.

Conscientização sobre a realidade

O secretário municipal de Saúde, Rodolfo Barbosa, atenta que este episódio ilustra não só o ritmo acelerado em que o Coronavírus já tem se estendido no município – que conta agora com sete casos confirmados e pelo menos dois óbitos – como ainda expõe a gravidade com que a desinformação tem se alastrado, fazendo com que as famílias limoeirenses se exponham aos riscos e cheguem ao ponto de recusar a assistência necessária.

“Enquanto em vários locais, há pessoas sem conseguir atendimento no hospital, nós presenciamos alguém literalmente fugindo para não receber assistência por simplesmente não acreditar em um exame objetivo. Também temos recebidos informes contínuos de profissionais de saúde que têm sido hostilizados por parte da população. Motivados por mentiras espalhadas de forma irresponsável no município, essas pessoas insistem em negar a realidade, ou se recusam em utilizar máscara ao entrar nas unidades de saúde, tornando tudo muito mais difícil. As equipes têm dado tudo de si para ofertar um atendimento de qualidade, para proteger o povo da contaminação do Coronavírus, mas é preciso que a conscientização e a busca por saúde venha de cada um também”, reforça,

Rodolfo Barbosa também alerta para a importância de que as pessoas assumam a responsabilidade coletiva nesse contexto. “Uma pandemia é uma realidade atípica, quando a gente fala em saúde pública. Isso significa que a atitude de cada um é diretamente responsável por todo o coletivo. Se uma pessoa decide não se cuidar, ela não só está causando um mal a ela mesma como a quem está ao seu redor. É dessa forma que o vírus se prolifera, atingindo tão drasticamente a todos. Precisamos muito que a população se aproxime ainda mais nessa luta por conscientização”, convidou.

Boletim

O município de Limoeiro de Anadia contabiliza, neste momento, 7 casos de pacientes com confirmação de Coronavírus no total, sendo 2 óbitos confirmados pelo Estado e mais um caso em investigação cujo paciente também veio a óbito.