Com grande demanda, Secretaria Municipal de Assistência Social decidiu estender os serviços; Confira os pontos designados nesta semana em Limoeiro de Anadia

A Prefeitura de Limoeiro de Anadia continua disponibilizando locais de suporte aos beneficiários do Auxílio Emergencial do Governo Federal que não conseguiram realizar a solicitação. De segunda a sexta-feira, 20 a 24 de abril, das 8h às 14h haverá atendimentos nos postos do CRAS, no Pé Leve, o CREAS, em Genipapo, além das sedes do Programa Bolsa Família e da Secretaria Municipal de Assistência, no Centro da cidade.

Ao longo da última semana, os limoeirenses tiveram acesso às informações sobre o Auxílio, além da oferta de esclarecimentos via telefone e whatsapp – através do número (82) 981519473 – pelos meios oficiais de comunicação da Prefeitura, e por 10 locais articulados pela Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

De acordo com a secretária de Assistência, Ana Paula Barbosa, a procura frequente do serviço por parte de limoeirenses motivou o órgão a permanecer com os atendimentos. “Sabemos como a atuação da Assistência Social é fundamental durante esse período de quarentena, trazendo todo o suporte possível para que a população em situação de maior vulnerabilidade tenha sua segurança alimentar. Este Auxílio Emergencial, que é um direito de renda mínima para os cidadãos, é extremamente urgente e é preciso que haja menos empecilho o possível para que as pessoas tenham logo a garantia desse recurso. O que a Secretaria puder fazer para facilitar esse processo, vamos fazer”, relata.

O Auxílio Emergencial é uma renda mínima de R$ 600 liberada pelo Governo Federal para suporte a micro-empreendedores individuais, trabalhadores informais, autônomos, ou desempregados. O Auxílio deve ser solicitado através do aplicativo CAIXA AUXÍLIO EMERGENCIAL. O recurso também é destinado a beneficiários do CadÚnico, Bolsa Família, de modo que podem receber o Auxílio até duas pessoas do mesmo local familiar. Já as mães que cuidam de seus filhos sozinhas têm direito a duas cotas, ou seja, R$ 1200.

Documentos necessários

Para quem vai realizar o cadastro, a Secretaria orienta sobre a necessidade e levar um aparelho de celular, número de seu CPF e o CPF dos familiares que moram na mesma residência, documento de identidade (RG) , número de telefone para contato, e o cartão do banco (qualquer banco). Pessoas que já têm CADÚNICO ou Bolsa Família não precisam fazer nenhum cadastro, pois receberão o valor automaticamente.

A Prefeitura de Limoeiro reitera, ainda, a importância de que a população evite aglomeração, só saindo de casa em situações de maior necessidade.

Confira as imagens dos atendimentos em alguns locais: