Mesmo sem aulas, professores, coordenadores e gestores acompanham turmas através de vídeos; crianças da rede pública do Município continuam com aulas e lições durante quarentena.

Como uma das medidas necessárias para conter a transmissão do Coronavírus, as escolas de Limoeiro de Anadia precisaram fechar suas portas. No entanto, mesmo diante da suspensão das aulas, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) decidiu mobilizar a rede com um objetivo em comum: acompanhar os estudantes durante esse período, com atividades educativas, e tranquilizar pais e mães em relação ao calendário escolar, atualizando informações a respeito do ensino público no município.

Com participação de todos, as trocas têm surtido bons resultados. De acordo com a coordenadora geral da rede municipal, Cristiane Martins, a iniciativa partiu da equipe técnico-pedagógica da Secretaria, com intenção de manter o vínculo entre alunos, familiares e escolas. “Conversamos com os diretores e com os coordenadores para que incentivem também os professores de modo a mantermos esse elo com famílias e alunos. E, assim, tem sido. São enviadas atividades através de whatsapp, através de e-mail, facebook também, enquanto tarefas complementares. Os professores enviam, os pais mandam retorno mostrando as crianças que fazem atividade em casa. Os docentes também gravam vídeo de incentivo também, para que as famílias tenham paciência, e mesmo para trabalhar os aspectos socioemocionais dos alunos. A mensagem também é de que todos fiquem em casa, porque isso está passando”, relata. .

Professora Tamires transmite vídeo para os estudantes com aulas e lições durante período de quarentena.

A professora Tamires Lima, que ensina para a turma do primeiro ano do ensino fundamental, na Escola Municipal José Medeiros, conta como abraçou a iniciativa. “A Semed solicitou que diretores e coordenadores, para orientarem, mobilizarem e acompanharem suas respectivas equipes. Durante esse período, eu procuro sempre elaborar aulas lúdicas, de fácil entendimento, para que os pais percebem que podem auxiliar na aprendizagem de seus filhos. Graças a Deus o resultado tem sido excelente. Sinto-me orgulhosa de ver também a dedicação dos pais e das crianças na resolução das atividades, procuro sempre elogiá-los porque sem eles essa troca seria impossível”.

A docente também relata que alguns desafios ainda se colocam à frente, sobretudo em decorrência da falta de acesso de alguns estudantes à internet ou aparelho de celular. “Hoje consigo alcançar minha turminha quase todas, mas infelizmente ainda existem alguns que não tem celular ou acesso a internet. Para essas crianças, as escolas junto a seus respectivos professores, a escola está estudando uma forma de acompanhamento para que eles não sejam prejudicados”, afirma.

Calendário Escolar

Outra situação que tem despertado bastante preocupação é o calendário letivo em meio a essa suspensão de aulas, que já sofreu prorrogação. A vice-secretária de Educação de Limoeiro, Cícera Barbosa assegurou, no entanto, que a situação também será solucionada.

“Essa questão tem recebido bastante atenção para todos nós. Principalmente nós que estamos à frente da Secretaria de Educação e vemos que os pais estão preocupados o calendário letivo. No entanto, queremos tranquilizá-los, porque estamos nos organizando, respeitando as decisões do governo estadual e municipal, e aguardando decisão do governo federal. Ainda não há um posicionamento do Ministério da Educação em relação ao calendário. Até agora, o que podemos fazer é já ventilar possibilidades de reposição, seja durante o recesso escolar, ou durante o mês de dezembro”, relata.

Diante de todas as incertezas, a gestora elenca a prioridade. “Nesse momento, nossa preocupação é que todos estejam em casa, e estejam bem. Nos preocupamos com a saúde deles, que é o mais importante. O recado para os pais que damos é que não se preocupem. Em breve teremos um calendário e o planejamento de como tudo vai funcionar”, reforça.