BEM será destinado a 3.300 famílias de crianças matriculadas na rede municipal de Educação; confira os critérios

O necessário período de quarentena para enfrentamento do Covid-19, o Coronavírus, surpreendeu a todos. A situação se torna ainda mais desafiadora para quem tem crianças em idade escolar, com as aulas suspensas e consequente interrupção da merenda escolar. Tendo em vista a importância de garantir o mínimo de segurança alimentar para as famílias em situação de maior vulnerabilidade, a Prefeitura de Limoeiro de Anadia lançou o Benefício Emergencial (BEM), destinado a 3.300 famílias de crianças matriculadas na rede municipal de Educação.

De acordo com o prefeito Marcelo Rodrigues, o programa social deverá distribuir 1300 cartões da Moeda Livre, para famílias de crianças matriculadas em alguma escola do Município, que sejam beneficiárias do Bolsa Família, mas não tenham sido incluídas no programa Renda Melhor. Os recursos de 70 livres – moeda própria de Limoeiro – equivalem a R$ 70,00 e só podem ser utilizados em estabelecimentos comerciais de dentro do município.

Além do mais, outra parcela da população será beneficiada com 2 mil cestas básicas repletas de alimentos oriundos de produtores locais, principalmente os agricultores familiares.

Rodrigues ainda ressaltou a capacidade que o Benefício tem em abarcar toda uma cadeia que envolve agricultores, comerciantes locais e população. “Pensamos de imediato em pais e mães de crianças pequenas que, com essa quarentena e os filhos em casa, não poderão trabalhar, e precisam de algum aporte para substituir o período em que estarão sem a merenda. Além disso, com os recursos em moeda própria, os comerciantes locais serão mais valorizados. Já as cestas básicas também beneficiarão outras famílias, ao mesmo tempo em que os agricultores familiares de nosso município também terão melhor oportunidade de escoar suas vendas, vendendo para a Prefeitura”.

Com os aportes já liberados de recursos, a Prefeitura aguarda a chegada da remessa dos cartões para divulgar a agenda de entregas com os nomes dos beneficiados. Além do BEM, a Prefeitura mantém o programa do Cartão Renda Melhor com a Moeda Social Livre. A Educação também tem instituído possibilidades de manter proximidade com os estudantes.

“Nós estamos nos organizando em diversos setores para manter nosso município seguro e enfrentar esse período de pandemia. A Saúde tem se organizado, nossas ruas estão sendo higienizadas, os serviços públicos estão se organizando para evitar aglomerações. A Assistência Social está trabalhando para viabilizar o suporte necessário para que as famílias consigam enfrentar esse período. Nossa prioridade é que as famílias não passem fome por estar em casa sem trabalhar. E que se precisarem ir para a rua, ou trabalhar, tenham acesso ao que for preciso para reduzir os riscos”, comentou.

O prefeito ressaltou, ainda, a importância de que a população também faça a sua parte durante esse momento da quarentena. “Agora é preciso que a população faça sua parte, ficando em casa, tendo todos os cuidados de higiene e as orientações que divulgamos constantemente. Dessa forma conseguiremos enfrentar esse período com mais segurança para todos”, relata.